My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

terça-feira, janeiro 24, 2012

TRISTE



Restam pequenos e vagos sorrisos
Nos olhares húmidos e inférteis
Temperaturas ermas e castigadoras
De vitórias inglórias sem repouso.

Caem os céus cansados de nuvens
E os destinos são lugares despovoados
Onde pétalas errantes dançam no vento
E águas d'ontem são suspiros erróneos.

As cartografias do futuro amareleceram
As gaivotas já não trazem mensagens
E os mares são serranias incautas.

O verbo querer é uma fraude no desejo
Os sinónimos de enleio pereceram
Sobram os possíveis desníveis de luz.



NOTA: Excerto de um conto poético ( a publicar )

in MOMENTOS - José Luís Outono - 2010


14 comentários:

OceanoAzul.Sonhos disse...

Excelente! Espero o restante...

Beijinho
cvb

Gisa disse...

Bom lembrar que nos desníveis de luz, há luz.
Um grande bj

Maria disse...

É mesmo triste este poema, Outono!
Mas dizem que a poesia é feita de todos os sentires, incluindo a tristeza...

Beijo.

Daniel Silva (Lobinho) disse...

"Caem os céus cansados de nuvens
E os destinos são lugares despovoados"

Particularmente bonito.

Um abraço

Vanda Mª Madail Rafeiro disse...

Triste...
Mesmo triste...
Mas um triste tão lindo.
Caíu bem fundo em mim, este teu poema.

Beijo, Poeta Amigo!
Vanda

Multiolhares disse...

tudo esta cinzento, frio de sentires,cai chuva no destino passageiro dos seres que buscam sol.
bj

Ailime disse...

Amigo,
Há muito tempo que não lia a sua excelente poesia.
E este poema é belíssimo!
Que a luz que se antevê ilumine os "pequenos e vagos sorrisos" transformando-os em Sol constante.
Um beijinho.
Ailime

OceanoAzul.Sonhos disse...

Gostei, poeta!

beijinho
cvb

OUTONO disse...

GISA

...bom sempre lembrar o bom, mesmo que mínimo.

Beijinho

OUTONO disse...

MARIA

A poesia é a alma de todo o viver, fechada nas palavras que se soltam em sulcos mil.

Beijo

OUTONO disse...

DANIEL SILVA

...grato pelo comentário, que me incentiva!

Abraço!

OUTONO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
OUTONO disse...

AILIME

...senti saudades.

Grato pelo apoio.

Abraço!

OUTONO disse...

OCEANO AZUL

...poeta não sou, apenas escritor de momentos onde partilho sentires!

Beijinho