My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

terça-feira, fevereiro 23, 2010

Neste olhar ensonado...



Neste olhar ensonado
Vejo um céu…
Cumprimentar no feminino…
Quase aurora boreal…
Tal a timidez deste descanso
Fingido…

Do outro lado, do lado de cá…
Sinto uma tela ávida
De receber cor esboço…
Amiga saudade
Como tecto abrigo
Margem esperança.

A urbe...acordada
Desde mim...
Ainda branqueia
Os tisnados sóis
Partilhados pelas fugas
De nuvens alcoolizadas
No tempero do frio…
No desânimo da chuva…

A vida goteja
Minutos….infindáveis
Irrepetíveis…
Momentos
A não perder
Como voz pérola
No enleio de um beijo
Doce…

As letras…
São dimensionadas
À cegueira do cansaço ...
E a redacção esconde-se
Perante o parágrafo
Pensado…mas não escrito!

Olhar sereno
Esboço um sorriso
Disfarce…
Dou meia volta
E o assunto acontece…
Neste livro clepsidra!


in MOMENTOS- by OUTONO - 2010

11 comentários:

SAM disse...

Outono,

tanta beleza e força tocam a sensibilidade...

"E a redacção esconde-se
Perante o parágrafo.."

É assim, agora...mas não de cansaço...pela nididez e intensidade de quem lê e sente.


Beijos, com carinho. Linda semana!

G... disse...

Pois é...
«amiga saudade»
É daqueles amigos que não se desejam, mas com que se aprende a viver, não é?...
Lindas as outras palavras, sempre invólucro perfeito de mensagem poderosa!Sempre.
Beijo amigo

susana disse...

Um céu a cumprimentar no feminino.
Giro.

mariam disse...

OUTONO,

uma imagem lindíssima!!
moldura mais-que-perfeita
deste poema que não o é menos!

parabéns! (renovados)

um abraço e um sorriso :)

mariam disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
mariam disse...

nota:fui eu que apaguei o coment supra, por repetido rsrs

OUTONO disse...

SAM

Sinto as palavras como carícias de agrado, na tua leitura...

Sinto esse dizer bonito de amizade...

Que melhor momento, que acordar e senti-lo.

Beijinho.

OUTONO disse...

G...

Nas reticências desse escrever...há poesia que alimenta...comunicação que faz sempre falta.

Beijinho.

OUTONO disse...

SUSANA

...és sempre um agrado...no teu comentar!

Beijinho.

OUTONO disse...

MARIAM

Se a imagem fosse linda...o seu interior seria poema farto de mensagem luz...

Mas a palavra, por vezes não joga com a imagem...e a ponte torna-se uma miragem...o monumento um olhar...apenas...e o poema um simples respirar...numa viela da cidade...numa esquina ao acaso...no café do miradouro...ali junto ao elevador...hoje espelho do passar d'ontem.

Obrigado pelos (renovados)parabéns...é como saborear um café...carente...e tentar sorvê-lo gota a gota...e nunca querer saborear a última!

Beijinho.

cristal disse...

E transcrevo:

"A vida goteja
Minutos….infindáveis
Irrepetíveis…
Momentos
A não perder
Como voz pérola
No enleio de um beijo
Doce…"

A vida feita de momentos, momentos feitos vida,momentos que nos agarram, momentos que agarramos...

Belíssimo este olhar "ensonado"!

Um Abraço amigo