My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

terça-feira, junho 02, 2009

Momentos de ti...



...o tempo na NET

E o tempo que voa, num sufoco de pressa
Tão veloz, como traidor da ânsia do caminho
Tão simétrico, nos olhares doces por assinar
Tão entregue, no arroubo feérico por gotejar.

No acontecer gradual de essências calmantes
No calar saudades da colagem seiva mel
No "ballet" sincronizado de agendas forçadas
No trânsito por vencer em vielas inacabadas.

E a noite sucede, ao romper da aurora lunar
Como sempre, fugaz indiferente e ditadora
Como fogo nascente, na boca reclamadora.

Gostaria tanto de dialogar com os teus olhos...
Plagiar-te frases coerentes neste amar amado
Fruir momentos rendidos, em êxtase partilhado!

in - MOMENTOS - by OUTONO 2009

42 comentários:

Xana disse...

Adormece o tempo, só um pouquinho e dá tempo ao tempo!
Vais ver que consegues fazer tudo por ti e ficas bem para dares tempo a quem precisa e queres :)

beijinhos

CarlaSofia disse...

Outono, esse tempo que dizes que voa, que passa, passará mesmo? ou somos nós que voamos e passamos por ele? como se o tempo fosse algo estático e eterno e nós apenas desbravamos caminho deixando para trás um passado, rumo a um futuro. E se o tempo tira, o tempo também dá... dá-nos esses instantes - momentos fugazes eternizados na partilha com alguém especial
gostei de cá voltar
beijinhos
~universosquestionáveis~

Selena Sartorelo disse...

Um tempo que não tem espaço
Um espaço sem tempo
Apenas sentimento.

Teu poema é inteso e intelígivel.
Obrigada por esse momento de leitura.

abraços,
Selena

frAgMentus disse...

«Gostaria tanto de dialogar com os teus olhos...» - adorei esta frase embora todo o poema esteja agradável pk, de facto, os homens conseguem espelhar a alma. bj

Maria Beatriz disse...

...«Gostaria tanto de dialogar com os teus olhos...»


A minha eleição!

Deixo-te os braços abertos e receptivos...


BIA

susana disse...

"No "ballet" sincronizado de agendas forçadas"

Doce amargo verso.

lilipat2008 disse...

Ai o tempo...o tempo...

Houve uma vez um colega meu que me disse que "não somos nós que envelhecemos porque o tempo passa, mas sim o tempo que passa porque nós envelhecemos"...e olha que eu cada vez mais acho que ele tem razão.

:)

bjitos

mundo azul disse...

_________________________________


...quem dera!

Um poema bonito para um amor bonito...



Beijos de luz e o meu carinho!

Zélia

_________________________________

Angela Ladeiro disse...

A Carla disse tudo. Ouve-a, Outono.
Parece-me que a tua Primavera virá.

Bruma disse...

Eu acredito, que mesmo sem tempo, existe sempre tempo!
Basta querer muito... :))))

Beijitos

PS: Não te descures... ;)

Isabel Branco disse...

Outono

Olá amigo, destas coisas da poesia.

Nem sempre a garra se agarra
nem a palavra nos inspira...
Já a força a nós se amarra
se a poesia com elas conspira!

Nasce o diálogo dos olhos,
a quimera dos sentidos!
Que importam os abrolhos
se acordamos renascidos????

Bom fim de semana e um beijinho.

OUTONO disse...

XANA

É tudo uma questão de tempo...o tempo do tempo...sem tempo...para o tempo que é!

Gostaria tanto de ter tempo...até para escrever...no tempo que resta.

Lá virá o tempo!

Beijinho

OUTONO disse...

CARLA SOFIA

Inquestionável a tua sabedoria, traduzida em palavras certas e seguras...obrigado pela visita.

Beijinho

OUTONO disse...

SELENA

Um tempo sem espaço...mas com sabor espacial...as voltas do tempo, no tempo que temos.

Beijinho

OUTONO disse...

FRAGMENTUS

...confesso-te um segredo...o olhar feminino, representa uma das três belezas da mulher.

E dessas três belezas femininas...os olhos são o único elo dialogante...

Beijinho

OUTONO disse...

BIA

...o meu abraço...o meu sentir...pelo teu tempo...no meu tempo.

Beijinho com tempo.

OUTONO disse...

SUSANA

O amargo doce...é um especiaria chinesa. O jogo da paciência...o ensinamento da escolha.

Neste tempo, há agendas forçadas...por quereres naturais...

Beijinho

OUTONO disse...

LILIPAT 2008

Sorrio..muito, pela delicadeza da tua observação. Um ler noutro tempo, as rugas do nosso tempo.

Diz ao teu colega...que tem razão.

Beijinho

OUTONO disse...

MUNDO AZUL

Diria...o tempo mágico, na beleza do caminho por descobrir...logo há sempre tempos de sobra!

Beijinho

OUTONO disse...

ANGELA LADEIRO

Ouço sempre com muita atenção os tempos diferentes do meu tempo...

A Carla tem razão...e tu também...porque são sintonias deste tempo de leitura...que orgulhosamente vejo chegar...a tempo.

beijinho

OUTONO disse...

BRUMA

...há sempre tempo...até para o conselho útil...em tempo ao amigo de tempos.

Como gosto desta brumas e tempos de silêncio...

Descansa...o meu tempo passa pela tua simpatia...

Bejinho ao sabor do tempo

OUTONO disse...

ISABEL BRANCO

Fico a ler em tempos perdidos...a simpatia do teu tempo oferecido.

Descanso por pouco tempo e, agarro de novo essa força de tempo...que acabaste de me inspirar.

Bem vinda sempre.

Beijinho

lilipat2008 disse...

Já não digo...já não está cá...:(

Pena disse...

Brilhante e Talentoso Poeta Amigo:
Mais um genial, soberbo e fabuloso poema de encantar direccionado ao sentir de um tempo que o "sente" em si com toda a grandeza da sua Alma gigante. Próprio dos enormes e gigantescos poetas geniais, como VOCÊ!
Excelente. Adorei!
Um poema notável na selecção das palavras que parecem falar com um sentimento e um pensamento admiráveis, a que dá vida por magia. A sua! Fabulosa.
Abraço de um cordial respeito e estima numa sincera amizade...

pena

É um fantástico poeta. Bem-Haja, amigo!

Ailime disse...

Amigo,
E não é que eu sinto dessa forma, esse tempo que passa cada vez mais veloz, que se escoa por entre os dedos e que quando amanhece outra noite se anuncia!
Um poema intenso e belo pela veracidade das palavras que o constroem.
Parabéns pelo seu talento!
Um abraço.

Sonia Schmorantz disse...

"Conte a sua história ao vento,
Cante aos mares para os muitos marujos;
cujos olhos são faróis sujos e sem brilho.
Escreva no asfalto com sangue,
Grite bem alto a sua história antes que ela seja varrida na manhã seguinte pelos garis.
Abra seu peito em direção dos canhões,
Suba nos tanques de Pequim,
Derrube os muros de Berlim,
Destrua as catedrais de Paris.
Defenda a sua palavra,
A vida não vale nada se você não
viver uma boa história pra contar."
(Pedro Bial)

Na impossibilidade de entrar em detalhes, como eu gostaria imensamente como todos amigos que tenho, venho trazer um pouco de poesia e desejar que seu domingo, sua nova semana seja de mil cores, que tenhas muitas alegrias!

Um abraço

Sônia

mariam disse...

Outono,

"...E o tempo voa, num sufoco...da ânsia do caminho..."

E... o tempo voa quando um (a)mar de vontades se concretiza...

Um poema fantástico(mais um)! Pleno de sentires que vão do "sufoco" ao "êxtase".. Parabéns.

um abraço amigo e o meu sorriso :)
mariam

OUTONO disse...

LILIPAT2008

...Sorry!!!!!!!!!

Beijinho

OUTONO disse...

PENA

...e se palavras existissem, para exprimir o meu agrado total, perante a sua bondade...nem todas caberiam no léxico português para lhe agredecer a sua bondade.
Um abraço sincero de amizade e agradecimento.

Outono

OUTONO disse...

AILIME

Veracidade de sentires...momentos de momentos...onde só o tempo trai!

Beijinho e obrigado, pela reflexão.

OUTONO disse...

MARIAM

"Ali na tela azul...de tanto mar...encontro-me calmo e entregue."

Um dia...num simples esboço...escrevi, "que golfinhos sensuais, escreviam (a)mar em mergulhos a dois..."

Curioso.

O teu comentário fez-me recordar, tempos passados em que lutava contra os ponteiros do relógio desacertado de razão.

Um beijinho e, um agaradecimento pela simpatia em vires aqui!

tulipa disse...

Gostei do tema. Também eu ando com muita falta de tempo...
Preciso de mais horas no meu dia.

Obrigado pela partilha.

Hoje estou virada para análises e meditar sobre o que tem sido a minha vida nos últimos meses.

Veja bem, com tanta escrita esqueci-me de fazer referência à minha 1ª exposição individual de fotografia...que também aconteceu neste espaço de tempo!!!

Decidi fazer uma curta análise da minha vida nos últimos 4 meses e passei-a para um post hoje mesmo. Gostaria que lesses (se tiver paciência, lógico) pois ainda são algumas linhas...

Resumindo acho que:
Tudo o que decidi e fiz valeu a pena, porque há uma ordem lógica, difícil de explicar, para a sucessão de experiências que se vão passando na vida.

Na próxima semana vou iniciar a apresentação das fotos do cruzeiro.
Hoje, apenas digo:
"Gracias a la vida, que me ha dado tanto..."

Boa semana.
Beijinhos.

(encontra este texto no Blog "Momentos Perfeitos")

pin gente disse...

porque voa o tempo nos bons momentos?

OUTONO disse...

TULIPA

"Gracias a la vida, que me ha dado tanto..."

Sem igual...este canto à vida...de nascer livre todos os dias..e podermos pensar ...no que fazemos...no que vamos fazer....às vezes com esquecimentos...como a tua mostra de fotografias...

Sorrio...e confesso-te...até na louca correria do caminho...já me esqueci de mim...

Beijinho

OUTONO disse...

PIN GENTE

Porque será?

Uma pergunta tantas vezes colocada...e respostas imperfeitas tantas vezes equacionadas.

É este o mundo da hesitação...do medo...do não correr ao som do nosso bater!

Luísa...deixa-me segredar-te...com vontade de gritar...amanhã o dia vai nascer exclusivamente para o teu sorriso.

Beijinho

Parapeito disse...

...quando se quer
...quando se gosta
...quando se sente
o que é afinal o tempo...
Um braço*

OUTONO disse...

SONIA

As palavras de autores seguros de razão...que bom esta partilha cultural, que agradeço com um abraço e um sorriso.

OUTONO disse...

PARAPEITO

QUANDO...se pensa...e o tempo não reflecte...esse indomável "patife" gélido e sincronizado com o sol.

Como é possível o Amigo Sol...coordenar o inimigo Tempo horário?

Beijinho

pin gente disse...

amanhã, porque?
beijo

OUTONO disse...

PIN GENTE

...porque mereces!

Beijinho

SAM disse...

Ai que saudades estava deste espaço que me é tão especial...Acredite, amigo!


Acabei de jantar, estou tomando um cafezinho e lendo este poema maravilhoso...Um momento precioso para mim, amigo.




Grande beijo

OUTONO disse...

SAM

Que pena...não poder tomar um cafezinho...nesse momento de leitura contigo. Seria bom pretexto, para uma conversa de blogs...onde a amizade é parceira aliada!

Beijinho