My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

segunda-feira, novembro 05, 2012

APRESENTAÇÃO PÚBLICA DA OBRA POÉTICA - "RIO DE DOZE ÁGUAS"



Permitam-me dar a conhecer o meu último projecto em co-autoria.


APRESENTAÇÃO PÚBLICA DA OBRA POÉTICA E FOTOGRÁFICA
 "RIO DE DOZE ÁGUAS", no dia 24 de Outubro de 2012 ,
 no
AUDITÓRIO DO ALTO DOS MOINHOS - LISBOA



Com os poetas: 

António Gil
Carlos Campos
Cláudio Cordeiro
Francisco Valverde Arsénio
Joaquim Monteiro
João Morgado
José Gabriel Duarte
José Luís Outono
José Maria Almeida
Lília Tavares
Maria João Saraiva
Paulo Eduardo Campos


Com fotografias de:

Afonso de Mello e Costa, Alexandra Wolfs, José Alpedrinha, Helena Maria de Oliveira, Paulo Eduardo Campos (capa), José Luís Outono (contracapa),  Rita Pais, Pedro Galhano, mariam, António Tavares, Inês Saraiva e Ricardo Pereira.





O PREFÁCIO DO POETA JOAQUIM PESSOA, FOI ( É ) UMA "NAVEGAÇÃO SEGURA"





DOZE ESTILOS DE ESCRITA, DOZE AMIGOS, NOVENTA E SEIS POEMAS,
DOS QUAIS, DOZE SÃO FOTOPOEMAS




Dois amigos, dois co-autores e responsáveis do impulso e concretização deste sonho:
 Lília Tavares e Carlos Campos, adms. da Pág.
"Quem Lê Sophia de Mello Breyner Andressen"




A leitura de um dos oito poemas da minha participação



...
Escrevo-te nos jardins secos de amor efémero
Leio os livros impossíveis do teu ignorar
E ouço apenas os uivos invisíveis do partir.
...
                                                                                   (excerto)


"A FESTA FOI BONITA...PÁ"... como entoaria feliz, Chico Buarque.
 Fica a memória.
 Um abraço.




Fotos gentilmente cedidas por Soledade Centeno, António Tavares e mariam.

15 comentários:

Ailime disse...

Parabéns, amigo Outono, pela participação neste maravilhoso trabalho!
"Escrevo-te nos jardins secos de amor efémero Leio os livros impossíveis do teu ignorar E ouço apenas os uivos invisíveis do partir."
Sublime.
Desejo-vos a todos um excelente momento de partilha no que de melhor executam com saber e arte. Beijinhos. Ailime

Mar Arável disse...

Tudo pelo melhor

Abraço

mariam disse...

Parabéns renovados!
O livro é muito bonito.

Beijinhos :)
mariam

vieira calado disse...

"A FESTA (deve ter sido) BONITA...
pá!"

Um forte abraço!

Justine disse...

O meu abraço atrasado mas sincero por mais esta publicação!
Saudades

Nilson Barcelli disse...

Muito sucesso para esse projecto, é o meu desejo..
Um abraço, caro amigo.

OUTONO disse...

AILIME

Sensibilizado agradeço com um forte abraço!

OUTONO disse...

MAR ARÁVEL

Abraço grande !

OUTONO disse...

MARIAM

As tuas palavras são reconfortantes e incentivo. Oxalá possa continuá-lo!

Beijo!

OUTONO disse...

VIEIRA CALADO

Grande amigo...a Festa foi bonita em amizade, poesia e arte.

Um rio de vontades, que agora se mostra!

Abraço!

OUTONO disse...

JUSTINE

Sempre agradado com a tua simpatia.

Abraço grato!

OUTONO disse...

NILSON BARCELLI

Oxalá que este rio navegue calmo e seguro.

Abraço grande!

alem do horizonte disse...

Como é bom que há vertentes poeticas ao longo curso das águas certemente que irá formar as AGUAS DO DESCANSO..sinto o cheiro das águas.
Sucesso..
http://aguasododescanso-live.blogspot.com

OUTONO disse...

além do horizonte...

Sinto palavras de incentivo.

Abraço grato!

LIlia Maria Ribeiro da Silva Tavares disse...

Olá, José Luís,
Foi com muito prazer que encontrei este teu blogue e nele (re)vejo e leio a apresentação de Rio de Doze Águas.
Livro feliz que ainda me traz felicidade.
Abraço, amigo.

Lília