My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

sexta-feira, setembro 28, 2012

SABORES DO TEU CORPO


SABORES DO TEU CORPO




ouvi os sabores do teu corpo tímido


nos prazeres explícitos das leituras carentes


dias sem marcas fugidios e provocadores


latitudes proibidas em correrias apelo




meu amor de todas as luas fiéis visíveis


perfuma-me os desejos outonais...todos


desce de cena e zanga-te na minha pele


em trilhos seda ocultos e privados




por favor amedronta os medos fáceis


olha os tempos d'ontem não fluentes hoje


e deixa os teus poros escreverem calor




neste conforto de ditar-te doces hiatos


as sílabas agridem a intempérie cativa do sonho


e desaguam em momentos suspensos...



in MOMENTOS - José Luís Outono - 2012 ( a publicar)

14 comentários:

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente....
Cumprimentos

BlueShell disse...

A excelência não se comenta: interioriza-se e deixa-se germinar dentro de cada recetor.
Obrigada
BlueShell

Justine disse...

Belíssimo o teu poema de amor outonal, doce mas também pleno de fulgor!
Abraço

Ailime disse...

Um poema belíssimo na doçura outonal que o envolve.
E as fotos...magníficas!
Beijinhos.

tb disse...

Belíssimo!
abraço.

Nilson Barcelli disse...

Há sabores assim, que "desaguam em momentos suspensos..."
Magnífico poema.
Caro José Luis, continuação de boa semana.
Abraço.

mariam disse...

Lindas as fotos e o poema, bem o poema é belo e sensorial. Parabéns e obrigada por partilhares

beijinhos
mariam

OUTONO disse...

FERNANDO SANTOS

...pleno agrado , as tuas palavras.

Abraço!

OUTONO disse...

BLUESHELL

...no fascínio deste comentar, quedo-me em silêncio, com um forte abraço grato!

OUTONO disse...

JUSTINE

..agrado pleno, nas tuas palavras também outonais, logo amigas.

Abraço!

OUTONO disse...

AILIME

...sem palavras fico, perante a tua simpatia!

Abraço grato!

OUTONO disse...

TB

...feliz...pelo "belíssimo" que "ouvi".

Abraço!

OUTONO disse...

NILSON BARCELLI

Muito grato, pelos momentos simpáticos que disponibilizas sempre ao meu criar!

Abraço!

OUTONO disse...

MARIAM...

...enquanto a alma ditar criatividade, partilharei o pouco que sei mostrar.

Grato pela simpatia das tuas palavras.

Beijo!