My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

sábado, outubro 29, 2011

NO PARAPEITO DO TEMPO


No parapeito do tempo
Olho respostas adiadas
Em notas volúveis
Nas pétalas ... que fogem...

Brinco na nuvem ousada
Com os dedos do teu criar
E entoo prazeres de quedas d'água
Qual relógio sem horas esquecido.

No parapeito do tempo
Olho respostas adiadas
Em notas volúveis
Nas pétalas ... que guardo...



in MEMÓRIAS - by OUTONO - 2009




24 comentários:

Maria disse...

Quedo-me no parapeito do tempo... e espanto-me com a tua primeira fotografia!

Beijo.

Sofá Amarelo disse...

No parapeito do tempo há sempre espaço para os sonhos... reconhecerei Óbidos na foto de cima?

Vera disse...

Memórias ou pétalas que guardamos religiosamente!

Beijinhos

Gisa disse...

No parapeito do tempo sonho voar.
Um grande bj

Pedra do Sertão disse...

Parapeito...um bom lugar para jogar conversa fora!

Gostei muito do blog!

OceanoAzul.Sonhos disse...

No parapeito do tempo escrevem-se sentires nas pétalas perfumadas...

O poema dança com a musica que escolheste e as fotos... são cúmplices.

beijinho
oa.s

OceanoAzul.Sonhos disse...

No parapeito do tempo escrevem-se sentires nas pétalas perfumadas...

O poema dança com a musica que escolheste e as fotos... são cúmplices.

beijinho
oa.s

antonio ganhão disse...

Um dia todos nós nos debruçaremos sobre esse parapeito, olhando o tempo em que fomos pétalas vivas.

Nilson Barcelli disse...

É nesse parapeito que vemos muitas das nossas coisas adiadas, porque o tempo não para, é inexorável.
Magnífico poema, gostei.
Caro amigo, tem um bom feriado e uma boa semana.
Abraço.

tulipa disse...

É lindo poder acompanhar estes teus momentos de evasão...
Parabéns pelo belo trabalho, gostei das fotos, principalmente a primeira, do candeeiro.

No parapeito do tempo
há tudo aquilo
que nós quisermos
temos é que aproveitar
todo o tempo
e não adiar nada
para outro tempo!

Portugal tem paisagens deslumbrantes!
Este fim de semana
aproveitei o tempo
e
andei pelo interior do país.

Há muito tempo que não desafio os meus amigos a descobrir um enigma; hoje decidi fazê-lo e dou aqui muitas ajudas, acho que não é difícil...
vem ver se consegues descobrir!
Beijos com carinho

tulipa disse...

É lindo poder acompanhar estes teus momentos de evasão...
Parabéns pelo belo trabalho, gostei das fotos, principalmente a primeira, do candeeiro.

No parapeito do tempo
há tudo aquilo
que nós quisermos
temos é que aproveitar
todo o tempo
e não adiar nada
para outro tempo!

Portugal tem paisagens deslumbrantes!
Este fim de semana
aproveitei o tempo
e
andei pelo interior do país.

Há muito tempo que não desafio os meus amigos a descobrir um enigma; hoje decidi fazê-lo e dou aqui muitas ajudas, acho que não é difícil...
vem ver se consegues descobrir!
Beijos com carinho

A Luz A Sombra disse...

E as gotas são... lágrimas?
Ou é orvalho duma noite de Verão...?
Da cor ao tema... grande poema!!!!!

OUTONO disse...

MARIA

Quedo-me no teu comentar...e espanto-me com a tua simpatia, que me sensibiliza!

Beijo!

OUTONO disse...

SOFÁ AMARELO

...há sempre amigo. E, tens razão, é um dos recantos de Óbidos...um dos destinos de sonho!

Abraço!

OUTONO disse...

VERA

Guaradamos ou aforramos...ou sentimos...

Beijinho!

OUTONO disse...

GISA

Um verbo que gosto de declamar...SONHAR!

Beijinho!

OUTONO disse...

PEDRA DO SERTÃO


...ou conversa dentro, se for íntima!

beijinho!

OUTONO disse...

OCEANO AZUL

Sentires dos ventos que nos traçam rugas e, nos libertam calendários.

Momentos onde simulamos parapeitos, no olhar longe!

Beijinho!

OUTONO disse...

ANTÓNIO GANHÃO

...e é bom sentirmos ainda esse perfume de pétalas vivas...bom sinal!

OUTONO disse...

NILSON

o tempo é inexorável...grande realidade pessimista mas pura de observação atenta.

Um forte abraço!

OUTONO disse...

TULIPA

Como sempre a tua presença é uma surpresa de amizade imensa.

Grato pelo carinho!

Beijinho!

OUTONO disse...

A LUZ...

Grande, apenas na vontade de tentar!!!

Carinhosamente, rendo-me a essa generosidade!

Abraço!

George Sand disse...

Gostei muito do Blogue e do "parapeito do tempo". pareceu-me o lugar exacto para histórias, imagens, memórias.

OUTONO disse...

GEORGE SAND

...grato pelo comentário!

Abraço!