My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

terça-feira, junho 21, 2011

Sem título...



Perguntei ao velho sábio do mar...
Como andavam as correntes do tempo?

O velho senhor das marés incertas...disse-me:
- "Perdi a âncora do conhecimento..."
                                                                                                               (escrito em 2008)


in -  "DA JANELA DO MEU (a)MAR" - 14 MAIO 2011 - José Luís OUTONO 
 EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA



- Avô "tás" triste?
- ...um pouco neta...tenho saudades da abundância do tempo...
- Avô...o que é abundância ?
- É ...quando se tem tudo na vida, amor...uma nascente de coisas...
- Avô...o que é uma nascente ?
- É o sítio da rocha donde vem a aguinha, que nós bebemos...
- Ahhhh!
- Catarina...sabes o que é o amor ?
- Sim...sou eu !




Amigos...vou descansar um pouco. Grato, por me acompanharem até aqui!


Não demoro...vou ali ver a minha neta crescer e, aprender mais um pouco da nascente da vida...se a lucidez não me abandonar !

                                                                                                                      José Luís OUTONO

22 comentários:

Graça Pires disse...

A neta bebendo a sabedoria do avô...
Uns textos lindos!
Beijos.

mariam disse...

OUTONO,

Parabéns avô! Belos textos e fotos!
Que a tua criatividade não pare e que generosamente a continues a partilhar neste e noutros espaços :)

beijinhos
mariam

Anne M. Moor disse...

Outono

Aproveita bem a neta e a sabedoria das crianças!

beijos
Anne

Maria disse...

Aproveita o 'colo' da neta enquanto ela deixa... sei do que falo!
Voltarás certamente mais rico em experiência de vida e com palavras renovadas mas sempre doces...

Beijos.

CÉU ROSÁRIO disse...

✿ • ˚.
L
I
N
D
O
!
✿ ˚ •.
°. ✿ ° °.
● / ✿
/ ▌
/ \ Beijinhos. ✿
˚. ✿Céu

Anita de Castro disse...

Gostei de ler as palavras escritas,por si deixadas brilhe com o calor da neta criança anjo do sol
um abraço
Siga meu blog se for de seu agrado ,faço convite

Nilson Barcelli disse...

Vai descansado, porque nos deixaste 2 pequenos textos que são deliciosos.
Um abraço, caro amigo.

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Oi !|
Entrei:Gostei!
Com uma neta, reaprende-se a viver , e muito mais a amar.
Até breve
Herminia

Mar Arável disse...

Muito belo

Merecido descanso

Mel de Carvalho disse...

Na verdade a neta é que sabe: o amor são as crianças, abundantes no tempo, límpidas na água...

Boas férias, Outono.
Fraterno abraço
Mel

Professoras Alzira e Edna disse...

Que coisa mais linda esse blog,sinceramente não consegui decifrar o melhor texto.Parabéns.

Professoras Alzira e Edna disse...

AvÔ E NETA TUDO DE BOM.SAUDADES DE DO MEU TEMPO DE CRIANÇA.AMEI

Maria.N. P. A. disse...

Adorei esta postagem...!
Perdemos tempo demais por aqui, enquanto á nossa volta o tempo e a felicidade vai passando.
Aproveite o que tem de bom na vida.
Até... á próxima vez...

AFRICA EM POESIA disse...

lindo...
gostei muito


beijos e poesia...



AQUI E AGORA


Aqui...
A poesia...

Aqui...
A vida...

Aqui...
O Amor...

Mas...
Muitas vezes...

Aqui...
O desencanto...

Aqui...
A dor...

Aqui...
O choro...

E neste encanto...
E desencanto...

Aqui...
Com coisas boas...

Ou...
Com coisas más...

Aqui...
Sempre a certeza...

Que é muito bom...
Estar Aqui!...


LILI LARANJO

A.Tapadinhas disse...

Vais ver a neta crescer...

Crescerás com ela: aprendemos tanto depois de velhos...

Abraço,
António

tecas disse...

Boa tarde,amigo Outono! Como no facebook, passa tudo rápido demais:), vim saborear o seu blog.
Fiquei extasiada com a ternura e sabedoria dos textos.
Espero que o avô, neste momento, esteja lúcido e aumente a sua sabedoria com a sabedoria da inocência.
Adorei.Bjito à netinha:)
Saudações poéticas.

Olhares D@Alegria disse...

Um bom descanço, meu amigo Outono! ;)

E doces e memoráveis tempos para graúdos e miúdos...

Bjinhos

Dulce

JPD disse...

Boa pausa, então, Luís
A edição que deixas é excelente.

Um abraço

Diego Elias disse...

muito legal seu blog.
Adorei,cara. Olha para ser sincero um dos melhores blogs que ja entrei.
Me tornei seu seguir, espero que não se importe.

Diego Elias
http://portifoliogradfisica.blogspot.com/

A Luz A Sombra disse...

Vim ver se ainda estava a ensinar á neta como se deve "viver" a vida.
Vejo que sim, e fiquei feliz por isso.
É que eu não tive um avô que me ensinasse como viver...
Quando o conheci ele já não podia ensinar-me...
Abraço

OUTONO disse...

AMIGOS (AS)

Com um sorriso, volto ao meu primeiro jardim...e abro-o com muito gosto à vossa presença. A minha neta...quer escrever, como eu, para já apenas uns rabiscos, mas no seu "escrever" contou-me histórias lindas...e um dia fez-me uma pergunta:
- "võ" escrever é bom?
Embaraçado, porque tinha parado de escrever...voltei a cara para o lado, respirei fundo para ocultar uma lagrimita...e respondi:
- Sabes que sim...o avô gosta muito de escrever...
- "Históias" nos "libos"...???
- Sim...
- Ahhhhh!
Aquele AHHHHH!...arrancou-me do sono e depois do jantar...lancei mãos à obra...
GRAÇA PIRES, MARIAM, ANNE M. MOR,MARIA, CÉU ROSÁRIO,ANITA DE CASTRO, NILSON BARCELLI, EMÍLIA PINTO E HERMÍNIA LOPES, MAR ARÁVEL, MEL DE CARVALHO,PROFESSORAS ALZIRA E EDNA,MARIA NPA, ÁFRICA EM POESIA. ANTÓNIO TAPADINHAS, TECAS, OLHARES DA ALEGRIA, JPD, DIEGO ELIAS e A LUZ E A SOMBRA...não tenho palavras para agradecer e compensar este compasso de espera e reflexão, que de uma forma muito amiga, me fizeram sentir.
Deixo o meu abraço...muito forte a todos, incluso a autores de muitas mensagens a solicitarem o regresso das minhas palavras. Grato!

Vieira Calado disse...

- Também se aprende com os netos?

- Ah, pois não... avô!...

Um abraço