My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

segunda-feira, março 14, 2011

Um dia depois...





Um dia depois de "nascer"
Nasci, no olhar das letras
No sossego de um mar tão perto
Num odor que alimenta o chão da alma
E olhei-te...
Calendário lunar, ou horizonte fado
E vi-te...mourisca palavra
Num sorrir convite
Num caminhar conhecido
No deserto do não conhecer
E fabriquei um livro...um diário
Uma tela...
Reguei esse desfolhar
Num chá calmante no barulho da vida
Sorri no engano de sabores da terra
Gritei-me "taluda" em gelados doces
Como criança feliz
E desabafei...já adulto
Aos ventos bonançosos ou cortantes
Quero voltar a nascer...depois de "nascer"!



in MEMÓRIAS - by OUTONO - 2011

17 comentários:

Maria disse...

O Poeta tem a capacidade de nascer as vezes ue quiser.. todos os dias... sempre que faz um Poema!
TU!!!!

Beijo, Outono.

Justine disse...

Se percebi bem o teu belo poema, duplos Parabéns:)))))

MeuSom disse...

oh céus...
e eu, entendi bem?! my immortal!!!...

... um dia depois... nasci
... e num mar tão perto... olhei-te
calendário lunar... e vi-te
.
.
.
.
gritei-me...
e
desabafei... já adulto...
quero nascer... outra vez...
... immortal...!

sempre num amanhã...:)
beijo, Outono!
teus poemas dizem como és Pessoa bonita!

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Parabéns pelo aniversário, muitas felicidades e que o poeta nasça todos os dias.

Beijinho
Sonhadora

JPD disse...

Um exercício de depuração excelente.
Por cada avanço estético um «Renascer»
Muito bem gizado.
Belíssimo poema, Outono
Um abraço

Vieira Calado disse...

Pois, meu caro!

Quando chega o outono...

o que logo se deseja...

é a primavera!

Um forte abraço

mariam disse...

OUTONO,

PARABÉNS! Pelo aniversário e pela criatividade que gentilmente partilhas.

beijinhos :)
mariam

OUTONO disse...

MARIA

A acreditar nas tuas palavras...o poema é infinito...tal como a criatividadedo do sonho...
Obrigado....TU!

Beijinho!

OUTONO disse...

JUSTINE

Obrigado amiga.
Um abraço!

OUTONO disse...

MEU SOM

Palavras depois de um dia...em que sonhei caminhar aqui pela terra...
Apenas o reconhecer de que por vezes há momentos...que queremos repetir...
O factor imortal...é apenas para a beleza do que vamos encontrando...e quermos que perpetue...porque um dia fecharemos os olhos, mas outros há que se abrem...
Beijinho

OUTONO disse...

SONHADORA

Um sentido obrigado.

Beijinho.

OUTONO disse...

JPD

É o exercício do teu comentário que me obriga a reflectir...
Valerá esse gizamento?
Obrigado amigo.
Um abraço.

OUTONO disse...

VIEIRA CALADO

Fruto dos tempos...que passam...

Um abraço!

OUTONO disse...

MARIAM

Obrigado pela partilha, também da tua criatividade, que enriquece este "paço virtual"...
Obrigado pelos parabéns!
beijinho.

© Piedade Araújo Sol disse...

as letras por vezes fazem certos milagres.

muitas vezes nascemos e renascemos.

e gostei do poema.

um beij

OUTONO disse...

PIEDADE

Por vezes...quando por vezes acontece...

Obrigado

Beijinho

Mar Arável disse...

Estamos sempre a desnascer

do ventre até à foz

até que um dia

a poesia

nos faz renascer das cinzas

Bem-vindo ao meu mar