My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

domingo, janeiro 30, 2011

simetrias corporais...




Fundeei o meu paladar
No gosto quente dos teus lábios
E brinquei com as especiarias
Doces...
Que aquinhoaste nos caminhos campestres
Em sorrisos longos de odores MAR.

Apenas o livro amigo
Me afastou o olhar do arco-íris
Cor de pensamentos
Simetrias corporais...
E umas gotas de chuva cristal
Refrescaram as faces do auge almejo!





in MEMÓRIAS - by OUTONO - 2011

12 comentários:

Multiolhares disse...

Só mesmo a beleza de um arco iris para fazer distrair de tanta beleza que leva o descritivo do teu poema
Bj

JPD disse...

Um belo poema.
Um abraço

Maria Marluce disse...

Belo escrito. TEM A SUAVIDADE DA EMOÇÃO.

MeuSom disse...

... lembrei-me de passar os olhos pelos novelos soltos... antes de chegar aqui
e tive a grata surpresa de aprender porque "escrevo" tantas vezes ...(reticências)
... "para deixar as palavras respirar"... até se transmutarem... em afectos!

"simetrias corporais".... num explosivo "replicar" de aromas de Mar
e docemente um saboreio um terno tocar...
... condensam-se as gotas da chuva e é no céu azul a brincar por entre as nuvens que os nossos olhares se espantam ante uma outra maravilha... o Arco-Iris
brilhante de cores a saltitar, alegres, e aromas e o som provocante do Mar!

adorei a tua simetria de cores e corpos.
beijo.

Hanukká disse...

Olá, um abraço de paz pra seu coração.

“O verdadeiro amor ferve, mas não derrama. O amor a Deus, assim como é sincero e sem hipocrisia, é constante e sem apostasia”.

Thomas Watson

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo Arco Iris...belo poema...Espectacular....
Abraço

OUTONO disse...

MULTIOLHARES

Se a beleza das tuas palavras emoldura o teu pensamento...fico muito grato...
Beijinho

OUTONO disse...

JPD

Os poemas ainda nascem...por vezes com frio...outras tantas apenas com chuva, mas sempre razão de "nascerem".

Um abraço amigo!

OUTONO disse...

MARLUCE

...que bom!

Um abraço!

OUTONO disse...

MEU SOM

Na mensagem...que passas em forma gentil de comentário, aprendo que os sóis...de cada vida, são respiração obrigatória, em mares de pensamentos.
Um beijinho!

OUTONO disse...

HANUKKÁ

Conheço a ditação. E também a "declamo"...

Obrigado.

OUTONO disse...

CHANA

Bela surpresa...amigo!

Um forte abraço!