My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

sábado, abril 17, 2010

Neste respirar d ' hoje...



No instinto do navegar amor e mar bonança
Figura-se um alar de sentimentos súbitos
Fogueiras beijo crescente...rio reflexo
Onde se aforram tesouros de ousadia ditames...

Repeitam-se compassos...cala-se a voz
Sente-se o crepitar de fagulhas felizes
Lê-se o capítulo prefácio, solo duma nota...
E o odor estático, altera-se...alfazema cor.

No longe do horizonte...sem olhar o sol
Enriquece a vontade...suspira-se o momento
Perpetua-se o seguir...esculpe-se a lua.

No perfeito conjugação, o tempo perpetua
O gotejo ardente sem fim da nascente vida
O respirar ..."sufoca-se" no presente, hoje!



in momentos - By OUTONO - 2010

10 comentários:

b ú z i o disse...

gostei mt da 3ª estrofe, José.
bom fim-de-semana.

mariam disse...

Outono,

___ belo ____ .

Perfeita a conjugação som*imagem*palavra*sentir

Gostei imenso deste post.

um beijo e um sorriso :)
mariam

São disse...

O poema agradou-me, mas gostei ainda mais da canção.

Bom fim de semana.

Vanda Mª Madail Rafeiro disse...

Poema, canção... que mistura bela, perpetuando a intensidade deste respirar.

P.B. disse...

Muito bonito Outono, como todos os que escreves :)

Beijinhos

OUTONO disse...

BÚZIO...

Que bom...sentir o teu gosto.

Obrigado!

OUTONO disse...

MARIAM

Belo...é pouco para expressar o meu agrado...do teu gostar.

Beijinho.

OUTONO disse...

SÃO

Obrigado....Muito obrigado!

Um abraço.

OUTONO disse...

VANDA

Obrigado pelo teu respirar...neste comentar que sabe sempre bem!

Tentarei nunca desiludir...

Beijinho

OUTONO disse...

P.B.

Que booooommmmm!

Beijinho