My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

domingo, março 28, 2010

Na hora do momento que bate...




Na hora do momento que bate...olhamos a sombra minuto do acontecer...e precipitamos uma maresia fluido, que se entranha na vontade de escrever-te

...PALAVRA da minha essência...



Escrevi-te uma carta em silêncio...
Na areia húmida da praia deserta
No murmúrio carícia soalheiro...



Do mar clamor saudades apego...
Em cada onda rasgo vertente
Reclamo um verso de brancos espuma...
Ventos afago do olhar fugido...



E a falésia poema...ali ao pé...
Puxando-te a mão em pedido d'amor
Enleio arrepio...odor silvestre
Até ao luar...sempre Sol criação...



No final com o azul d'alma assinei...

___________________Mar imenso,
Serás meu, até ao último olhar...pretexto...
Do Farol resistente!



in - MOMENTOS ( by OUTONO ) - 2010

15 comentários:

Maria disse...

Quisera eu escrever assim
ser salpicada por esse mar
e conjugar assim o verbo amar...

Um beijo.

SAM disse...

Amigo, li e agradeço por esta partilha esplêndida. Faltam-me palavras...Aprecio e sinto. O poema preenche meu coração.

Beijos e uma linda semana.

cristal disse...

Outono

Que bom este momento que bateu assim e o fez regressar...com as ondas do mar...
Quase dá para sentir o cheiro da maresia e ouvir o marulhar do mar...
E apetece ficar a olhar este mar ...
Vou ficar um pouquinho...
Só mais um pouquinho...

ADOREI este momento, Outono
Fiquei tão contente que nem consigo expressar!
E deixo um Abraço imenso...assim do tamanho do Mar...

G... disse...

Lindo!
Um beijo...
Lindo!

G... disse...

Lindo!
Um beijo...
Lindo!

OUTONO disse...

MARIA

Sempre na linha da frente...de um dizer livre, solto e amigo...

Como invejo o teu sentir...

Obrigado amiga...

Um beijo será pouco...mas é o melhor beijo de amizade.

OUTONO disse...

SAM

Prometo-te...ser regular neste ditar d'alma...

Obrigado pelo apoio.

Beijinho.

OUTONO disse...

CRISTAL

Fica o tempo todo...

Esta casa é tua...

Beijinho.

OUTONO disse...

G

G de aGradecimento imenso...

Ficou provado que as plavras não são levadas facilmente...mesmo que marés bravas as "roubem"...

Beijinho pelo apoio ...Grande!

mariam disse...

OUTONO,

Voltaste!
Ainda bem que o 'apelo da palavra escrita' foi mais forte !

Primoroso este teupost, muito boa a escolha da música, o poema é muito bonito e fico encantada com as fotografias, lindas!

Boa continuação!

um abraço e um sorriso :)
mariam

OUTONO disse...

MARIAM

...não posso dizer que voltei, assumi apenas a vontade desejo deste apelo constante ou desafio de não deixar a folha de papel sedenta de palavras que mostram...ou "mordiscam" este andar d'alma.

O teu comentário...assume uma vez mais a tua simpatia plena...e palavra amiga, neste impulso de passar para aqui... pensamentos aleatórios...sonhados, vividos ou simplesmente escritos.

As fotos, são um mero complemento, de momentos onde me refugio num "disparo" (julgado) oportuno.

Desejo-te uma boa quadra pascal, para ti e para os teus, onde a paz possa imperar...e até se me permites um folar...não vai faltar!

Beijinho.

P.B. disse...

Bonita maneira de amar o Mar e todo o seu envolvente :)

Beijinhos

pin gente disse...

andei a apreciar as fotos... muito, muito bonitas, particularmente as de mar e céu.


abraço

solstícios disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
OUTONO disse...

PIN GENTE

:)))

Obrigado pela selecção...

Beijinho!