My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

terça-feira, janeiro 05, 2010

Sorriso...



Enquanto brincava com as ondas da nossa praia
Perguntava-te no meu pensamento...da saudade
E sorria pela ilógica questão de resposta única
Enquanto tocava o borbulhar da espuma maresia

No cimo da falésia, visionavas o meu brincar
Alheia ao temporal solto de sudoeste vadio
E gritavas ao vento o meu nome secreto de sóis
Iniciado por amor e, acabado em futuro presente.

Eram minutos de ânsia, na espera sede adiada
Onde o sorrir diligenciou a certeza já certa...
E rogámos húmidos doces, na provocação corporal.

O chá sempre a dois, aqueceu o frio rigor sazonal
As palavras calaram-se, e o percurso abraço olhar ...
Desafiou a gravidade num pairar feliz ...seguro!



in - MOMENTOS - by OUTONO - 2009

26 comentários:

brisa de praia disse...

sem dúvida, um cenário tão bem descrito que nos faz sorrir pk é maravilhoso o mar, a falésia, a gaivota e todos os seus elementeos envolventes.

MS disse...

Belo texto, calmo, e belas fotos, amigo. Espetaculares,mesmo. A praia não é só como a costumamos conhecer, de Verão e com pessoas a estender a toalha mesmo em cima da gente. ( Embora haja espaço para aterrar um 747...)
Praia é também Inverno e introspeção.É coisas trazidas pelo Mar e manhãs a ouvir o trazer e levar das ondas.

Cumprimentos da "sala"...

SAM disse...

Querido amigo,

um poema suave, afetivo e bonito. E muito bem ilustrado. Adorei, como sempre.



Carinhoso beijo

Maria Dias disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Dias disse...

Vc nao veio mais me visitar...Eu pouco venho aqui pq tua página me prende(ou prendia).Estou com um blog novo e gostaria de te convidar pq sei q gostas de poesias o blog se chama: Ofertando Flores.Lembro q no Avesso sempre q eu postava uma poesia vc era um dos primeiros a aparecer...rs...Bem, tb gostaria de saber notícias suas(como vai indo?).Saí de férias mas tenho poesias frescas no Ofertando Flores então vc aceita uma flor?rs...

Beijao e um feliz ano novo!

Maria Dias

Maria Dias disse...

Depois da tempestade...Com o tempo as ondas se acalmam, mas não devemos mesmo desistir pq a vida é isso aqui e se mudarmos de praia as ondas se acalmarão novamente... Quem não gosta das altas ondas?O amor é calmo e amigo a paixão não é calma e faz sofrer.Mil vezes o amor e a calmaria q as grandes tempestades.

OUTONO disse...

BRISA DA PRAIA

Muito obrigado. São palavras que me fazem sentir bem. Confortam...este viciado na escrita...

OUTONO disse...

MS

Só da sala das máquinas, vem este retrato observador.

´Mike....um forte abraço de amizade!

OUTONO disse...

SAM

A tua presença...é um símbolo muito importante para mim.

Agradeço-te com carinho.

Beijinho

OUTONO disse...

MARIA DIAS

Estive parado. Necessitei de retemperar forças...ganhar ânimo.

Mas parece-me que ainda não estou bem...

Desculpa não ter tido a regularidade de presença que mereces. Tentarei compensar.

Beijinho e BOM ANO!

OUTONO disse...

MARIA DIAS

O amor...a paixão...enfim palavras de um léxico complicado. Sem dùvida!

Obrigadp pelo apoio.

Beijinho

JPD disse...

Belo poema, Outono.

Lúdico, apaixonado, terno, meigo, desesperado.

O sortilégio a tocar um duo a estoirar de desejo.

Um abraço

P.B. disse...

Muito bonito e sentido como sempre. Lindas visões e lindos sentimentos!

beijinhos

OUTONO disse...

JPD

Como gostaria de poder criar com a tua síntese observadora?

Por vezes tenho a noção que me alongo...

Obrigado.

Um forte abraço.

OUTONO disse...

P.B.

Chegaste, leste e venceste...claro, o meu agrado pleno do teu cometário.

Obrigado.

Apenas eu disse...

A praia é um pedacinho de céu perdido no mar.
mar esse que guarda todos os olhares que por lá passam. todos os amores. todos os segredos. paixões.

Ler-te foi um momento de paz.

beijinhos

susana disse...

Voa-te a imaginação como voa a gaivota!

Mudar de ramo: clica na etiqueta escrita criativa. Corre os títulos, não precisas deter-te no conteúdo. Vais entender o contexto. Foi uma pequena perda. Também quem manda ires uma data de semanas para as Maldivas, logo para uma zona sem net?! :)))))

susana disse...

Mudar de ramo: ei! desporto não é acefalia! (nem sempre...). Excluir o futebol, please!

Lídia Borges disse...

Muito bonito este soneto!
O voo seguro, na tranquilidade do olhar.

L.B.

A.Tapadinhas disse...

Como sempre as tuas palavras conseguem transportar-nos ao mundo, e aos sentimentos, que descreves com tanta beleza. Mas hoje, fiquei especialmente sensível à fotografia, porque durante muitos e muitos anos, fui um infalível pescador de fim-de-semana...

...nesse mar que a fotografia mostra...

Fez-me sentir a salsugem das ondas espalhada pelo vento...

Aquele sou eu!

Abraço,
António

OUTONO disse...

APENAS EU

A praia é o mundo das vidas. Em cada grão de areia...um segredo, quem sabe um amor, ou uma vida quartzo sempre mno namoro do mar!

É um prazer saber que a nossa escrita...também é paz.

Beijinho

OUTONO disse...

SUSANA

És uma fonte inesgotável de bom humor. Ler-te, faz-me bem...neste desafio de cara sisuda de cada dia.

Beijinho.

OUTONO disse...

LÍDIA BORGES

O voo...símbolo de uma liberdade, cada vez mais longe.

Beijinho

OUTONO disse...

ANTÓNIO

Curiosamente...nunca gostei de pescar...nem caçar. Gosto sim...do "produto final" no prato. Desculpa-me esta ligeireza de escrita.
Fico agradado com o teu comentário, bem real de um leitura atenta que fizeste e transmites.
Em cada foto, procuro dar um pouco da minha sensibilidade...tal como tu através da tua pintura. Neste caso com maior sensibilidade e carisma, que muito agradeço por poder visualizar.

Um forte abraço!

Outono

susana disse...

A vida tem-me sido uma boa mãe. Nunca pior e sempre com um sorriso!

OUTONO disse...

SUSANA

Vou guardar esse pensamento!