My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

quarta-feira, janeiro 27, 2010

Lá ao fundo a cidade...



Lá ao fundo a cidade bulício...olhar bonito
Entregue na alma do transeunte desatento
Toponímia aqui, becos, recantos, escadas...ali
Olhar que não cansa de sentir-te na margem...

Escultura, capital, reino ou urbe sol... ladina
Menina traquinas na viela bairrista de sempre
Fado canção, fado vida e a vida que não enfada
No trinar da minha guitarra poema saudade.

Subo-te nas colinas da junção climax de mão dada
Dou-te a volta no amarelo secular, hoje desfigurado
E descanso no velho Martinho numa leitura edital.

Lembro-me ainda do teu cair solto de sol vermelho
Nas tardes frias, onde me aquecias o enleio paz
Nas noites perdidas, hoje... abraço amor...tangido...

in - MOMENTOS - by OUTONO - 2010

24 comentários:

Multiolhares disse...

Sabe bem desfrutar a calma e de longe ver a cidade barulhenta, é como ao final de um dia onde o bramido do dia impera sentar um pouco e meditar.
beijinhos

SAM disse...

Querido amigo,

gosto de vir aqui, desfrutar dos teus poemas, sonetos e textos que transmitem tanta ternura e emoção. Obrigada.


Carinhoso beijo

Lídia Borges disse...

Um prazer ler estes textos sempre bem conseguidos na forma e no conteúdo.
Bom gosto musical!

L.B.

G... disse...

Transpira amor em gotas densas, plenas, reluzentes. Energia boa.
Um prazer de ler!

Ailime disse...

Lindo este poema onde perscruto um olhar nostálgico e romântico sobre a cidade das sete colinas!
Esta cidade que tantos poetas continuam a cantar...
Gostei muito!
Um beijinho.

OUTONO disse...

MULTIOLHARES

Sabe bem, "ouvir" as palavras da calma...e sentir o silêncio do sussurro...

Beijinho

OUTONO disse...

SAM

Vem sempre...o chá está pronto...será um prazer servi-lo.

Beijinho

OUTONO disse...

LÍDIA BORGES

O teu "sempre"...mete-me medo...respnsabiliza-me...oxalá!

Beijinho

OUTONO disse...

G...

Suor palavra... frescura maresia...olhar momento...horizonte margem...lua prata...imagem sonho!

Obrigado pela presença!

Beijinho

OUTONO disse...

AILIME

Uma cidade...uma vida..e sempre a descobrir...acredita.

Assim a poesia acontece...nos recantos da beleza de uma urbe onde as colinas são musas de inspiração abraço.

Beijinho

tulipa disse...

Caro OUTONO

BELA POESIA sua. Parabéns e obrigado pela partilha.
Fico deliciada com o seu sussurrar sobre essa bela cidade, lá ao fundo.
Tenho uma foto minha muito parecida com essa...

Actualizando as notícias:
Hoje foi o último dia que esteve patente ao público a minha exposição. Fiz um post com essa informação e algumas imagens.

Se clicar nas imagens poderá ver em tamanho normal, bem como pode ler o texto que elaborei sobre as marionetas do Rajastão.

Existe entre sete a dez dias sagrados de adoração a Lord Ganesh, Ganpati, o simpático deus de cabeça de elefante,quatro braços e com um rato aos pés,filho de Shiva e Parvati, removedor de obstáculos e deus de força maior na constelação hindu. A festa, as manifestações espontâneas de cor são por todo o lado, embriagando-nos de som e alegria.

Bom Domingo.
Beijitos.

Há.dias.assim disse...

A saudade é como o Inverno instalado dentro de nós.

JPD disse...

Aprecio a tua poesia.

Um abraço

MS disse...

Lisboa, esse tónico que não passa do prazo de validade. Sempre uma ancora para a nossa identidade desvairada...

Cumprimentos da "sala"...

mariam disse...

OUTONO,

Cidade menina... das sete colinas, inspiradora, d'amores e fado, cantada por tantos e agora por ti também...

Belo o que escreves! Parabéns.

um abraço e um sorriso :)
mariam

OUTONO disse...

TULIPA

Obrigado pelas novidades. Pelo comentário amigo...também!

Beijinho

OUTONO disse...

HÁ DIAS ASSIM


Nem mais...há dias assim...

OUTONO disse...

JPD

Um abraço é pouco para agradecer a tua presença...

Obrigado amigo.

OUTONO disse...

MIKE

Como sempre..a inspiração que vem do longe...e faz perto o agrado.

Obrigado. Um abraço.

OUTONO disse...

MARIAM

Cidade convite
Convite apelo
Apelo enleio
Enleio canção
Canção fado
Fado Vida...

E a cidade mostra-se!

Beijinho

Isabel Branco disse...

Outono

Cinzentos e feios
andam os dias,
não pela chuva
ou pelo frio,
mas pela falta das palavras
aquelas que mesmo tristes
nos dão alegrias.

Arrumo as ideias no azul
e encontro as saídas,
outras, diferentes
intensas e coloridas ...

Um beijinho.

Belas e sugestivas fotos...Parabéns!

OUTONO disse...

ISABEL BRANCO

Fico sem palavras...
Perante a beleza das tuas ...
Neste meditar, por aqui presente.

Um sincero obrigado, pela visita atenta...onde nem o lhar escapou, a este amador fotógrafo.

Beijinho

Lady disse...

Já cá tinha estado para te ler... em silêncio...
Não comentei na altuta, mas relembro que quando o li, foi muito reconfortante e que na alma ficaram dito "de 5 estrelas!"

Jinhos

OUTONO disse...

LADY

Ler-me em silêncio...bela imagem...
Obrigado.

Beijinho.