My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

quarta-feira, junho 24, 2009

No teu infinito...



...olhar pela net


No teu infinito acordar de édenes cíclicos
Nestes espreguiçares de verão constantes
Evade-se a sombra do firme apelo código...
E estende-se o momento para lá de nós.

Aguarelas leves de cores e "sons" empenho
Segredos constantes, dialogados no areal
Serras, terras, planícies...mundos de mão dada
No embalo como caligrafia azul do caminho.

Mergulho nas águas quentes do teu olhar
Silencio-te o sorriso desse abraçar único
Enquanto saboreamos o chá jasmim do pacto.

E a redacção apontoada sustem-se rítmica
Sem parágrafos, parêntesis ou luxos cadência
Enfim, escrever indelével, ancorar bonançoso!


in - MOMENTOS - by OUTONO - 2009

41 comentários:

mariam disse...

Outono,

Belíssimo este soneto!(como sempre)
parece um balouçar de barco em águas calmas... gostei tanto!
Como gostei (muito) dos infra também, que só agora li...e percorri de novo. Obrigada p'las palavras cheias se sentires, ora suaves ora em rebuliço, que connosco partilhas :)

deixo-te uma mão-cheia de gulosas cerejas e o meu sorriso :)
mariam

nota:já estava com saudades deste 'Universo' tão especial... mas tive alguns problemas informáticos rsrs

Xana disse...

Podes por os parêntesis que quiseres , que gosto sempre de vir aqui,
beijo meu

Maripa disse...

"Mergulho nas águas quentes do teu olhar
Silencio-te o sorriso desse abraçar único
Enquanto saboreamos o chá jasmim do pacto"

Excelente.Meu querido Outono, que o teu ancorar seja sempre bonançoso!

Beijo e o meu carinho.

o Nosso cAstelo disse...

apetece dizer que 'no teu infinito...a minha eternidade de (a)mar', pelo sentido poético aqui revelado, José.

adorei a imagem...revi-me nela, aliás :)

bj luz e paz

MS disse...

Boa leitura adequada a um fim-de-tarde. O Pôr-do-Sol, substitui o real, que não se pode ver por aqui. É como se fôsse então uma janela cibernética para uma fuga momentânea em tempo real, lá para fora. Algures, onde o Sol brilhe...

Juani disse...

siento no haber venido por aqui pero tu pagina no se me habria rsss, pero hoy por fin puedo volver a deleitarme con tus poemas
saluditos

Agry White disse...

Por agora, foi a chamada visita de médico.Neste caso, para retribuir agradecer e e adicionar aos meus cantinhos
Voltarei

Parapeito disse...

Lindo Outono :)
"Mergulho nas águas quentes do teu olhar
Silencio-te o sorriso desse abraçar único|"
Que assim seja pelo infinito...e mais alem****

mdsol disse...

Lindas as tuas palavras como sempre!
:))

OUTONO disse...

MARIAM

É neste mundo de gostos, que aprendo a gostar de palavras que me chegam por bem...as tuas!

É neste degustar de cerejas gulosas que o sorriso se inspira e e fico sedento de mais!

Um sorriso, um beijo e um anti- vírus para os teus problemas informáticos...oxalá!

OUTONO disse...

XANA

O bom gosto do teu humor...é cativante.

Obrigado. Um beijinho

OUTONO disse...

MARIPA

Gosto de chá...jasmim um deles, curiosamente com pacto garantido!

Beijinho

OUTONO disse...

O NOSSO CASTELO

Ler-te assim solto...é como escrever em letra de sonho na caligrafia do verbo.

Beijinho

nota: por vezes há dificuldades nos comentários do teu Blog.

OUTONO disse...

MS

...parabéns Mike. Adivinhou o quadro por aqui descrito.

Um abraço!

OUTONO disse...

JUANI

...que problema horrível. Ainda bem que se solucionou.

Gosto sempre da tua visita.

Beijinho

OUTONO disse...

AGRY

Obrigado, apesar de breve.

...por aqui há sempre pretexto para um trocar de ideias.

OUTONO disse...

PARAPEITO


Obrigado....obrigado...obrigado!

Mil obrigados!

Beijinho

OUTONO disse...

MDSOL


Nem sempre a veia da criatividade, escreve palavra com o ritmo certo...nem sempre!

Mas por aqui tenta-se.

Beijinho

mariam disse...

Outono,

gostei do poema de autor desconhecido.. e realmente frutas como os morangos, as cerejas.. cobertas a chocolate são divinais!

deixo então outra mão-cheia de cerejas e o meu sorriso :)
mariam

OUTONO disse...

MARIAM

Ah! esqueci-me dos morangos...outra tentação vermelha, doce e carnuda!



Beijinho

SAM disse...

Um belo soneto e um sensível olhar, meu amigo.


Grande beijo!

Chris disse...

Outono é a minha estação preferida e gostei de conhecer este seu espaço. Parabéns
Abraço
Chris

Isabel Branco disse...

Outono

Tons, sons, que tanto me dizem... Azuis onde navego e me espraio...
Sentires a que me alio e bendizem
a hora, o poema e me abstraio!

.......

Passa pelo meu blog para recolheres o prémio "Coração de Ouro". Mereces, com certeza.

Um beijinho.

Maria disse...

Os teus poemas são sempre tão bonitos que me tiram as palavras. Algumas de respirar...
Hoje achei que deveria deixa aqui um abraço, escrito.

e um beijo, Outono

Multiolhares disse...

Bonito escrito, com a maresia de Verão, poema de cores suaves,banhado nas areias da praia

Beijinhos

OUTONO disse...

SAM

Um dia disseram-me disseram-me, que o soneto...é uma difícil arte de escrita. Acredito. É disciplinador...forte...e o enleio muito maior!

Beijinho.

OUTONO disse...

CHRIS

Também gosto muito do Outono...

Vivê-lo na escrita é um sonho que me persegue.

Abraço.

OUTONO disse...

ISABEL BRANCO

Com as tuas palavras , fico em pergunta ondulante de hesitação.

Crê-me....um obrigado enorme pela tua simpatia. Zelarei pelo prémio agora atribuido.

Beijinho

OUTONO disse...

MARIA

Deixaste-me sensibilizado.

Se disser sem palavras...não exagero.

Muito obrigado pelo teu carinho e simpatia.

É um prazer contar contigo neste canto, onde exerço a aprendizagem de escrita d'alma!

Beijinho

OUTONO disse...

MULTIOLHARES

No infinito de sentires, há sempre coloridos e odores de maresia desejo...

Um beijinho.

Eu sei que vou te amar disse...

Meu lindo Outono, simplesmente maravilhoso o teu sentir, palavras que navegam no meu mar, letras sem fim...perco-me no teu infinito e deixo-me ficar a contemplar o horizonte de mim!
Um beijo muito carinhoso
Adorei o teu poema

Pedrasnuas disse...

QUE QUADRO MAGNÍFICO...O PRÓPRIO ÉDEN... TU QUAL ADÃO E ELA QUAL EVA...QUE RETOQUES MAGISTRAIS DE PINTOR...SELADO POR UM ABRAÇO, ANCORADO NAS PINCELADAS DA TINTA DE UM POETA PRIMOROSO...

BEIJINHOS

OUTONO disse...

NAELA

Sinto-me bem, neste mar nosso, onde também navegas em palavras únicas.

Obrigado por teres vindo...

Beijinho

OUTONO disse...

PEDRASNUAS

Por acaso, aqui e ali tento umas cores nas telas da minha libertação.

Calma, não sou pintor e muito menos artista. Apenas e só, um aventureiro no mundo das cores, dos pincéis, das telas...dos sentires...quando há vontades!

Assim, quando falas em quadro, palavra que me deixa sensibilizado,não resisto a agradecer-te com uma saudação muito amiga e penhorada, pela tua simpatia...e convicto que exageraste. Um obrigado do fundo.

Beijinho

Sol da meia noite disse...

"Mergulho nas águas quentes do teu olhar
Silencio-te o sorriso desse abraçar único
Enquanto saboreamos o chá jasmim do pacto."

Um sentir pleno, se sente nestas palavras.

Isaura Pereira disse...

As tuas palavras e poesias são fabulosas de se ler e reler ....

Amei !!!!

Beijocas

OUTONO disse...

SOL DA MEIA NOITE

Escrever e sentir...uma regra...que procuro não quebrar

OUTONO disse...

ISAURA PEREIRA

Muito obrigado.

Beijinho

prAia em Mim disse...

saudds de te ler...
um bj

Arabica disse...

Infinitamente vivas as memórias do momento.

Bom fim de semana, beijos

OUTONO disse...

ARABICA

O infinito. traz-nos sempre prazeres por descobrir...infinitos. Tal como o amor...um infinito de descobertas. Beijinho