My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

quarta-feira, janeiro 14, 2009

SEDE DE AMAR !





rascunho manuscrito do poema
-SEDE DE AMAR !-
Guiné - Jan.1974


E se amor existisse
Teu corpo guardava
Com o perfume da nossa lua...

Mas o teu corpo não o é
A lua esfuma-se no Universo
E a minha alma perde-se no deserto.

Sonhos, já não tenho
Alegrias são tristezas
Pensamentos são torturas.

Promete-me apenas...
Uma gota do teu beijo
Grita-me ainda, um eco de esperança !

Poema "SEDE DE AMAR !" - by OUTONO - 1974

Nota: este poema foi escrito no longínquo 1974...numa calma da "estúpida" guerra colonial...e, publicado numa pequena Colectânea, infelizmente perdida.

Guardo, ainda hoje, o rascunho manuscrito e cheio de emendas...além de um tosco esboço do local...

23 comentários:

JPD disse...

Olá Outono

Belo poema.

(Sugestão: digitaliza esses manuscritos e guarda cópias em locais diferentes. Daqui a uns anitos terão um valor simbólico muito apreciável (juntamente com original devidamente preservado, claro))

U abraço

FERNANDA & ASTROLOGIA disse...

QUERIDO AMIGO OUTONO, ADOREI A TUA SENSIBILIDADE DE ESCREVERES TÃO BELO POEMA NUM MOMENTO TÃO CONTORBADO DA NOSSA VIDA... UM GRANDE ABRAÇO DE ENORME CARINHO,
FERNANDINHA

Vieira Calado disse...

Quanto é gratificante guardar essas coisas, por vezes perdidas em baús que não se abrem há anos!

Um forte abraço.

Sol da meia noite disse...

E de outros tempos vem esta poesia linda, mas triste.
Palavras que se escrevem, quando a alma dói...

Preciosas lembranças que o tempo guarda.


Beijinho *

Lampejos disse...

Outono,

Uma relíquia... recuperada.

a sede de amar é relíquia.

...




(a)braços,flores,girassóis:)

© Piedade Araújo Sol disse...

muitos anos tem esse poema...

retrata uma época triste, mas , deve ser bom depois de tantos anos encontrar esse manuscrito.

fica um beij

Vera disse...

Um poema intemporal... Adorei ver o rascunho manuscrito e adorei as gotas de beijos!
Belíssimo!!!

Beijo grande

Xana disse...

Vim aqui através da "Manhã de inverno".
Cheguei e fiquei deliciada com poema tão lindo. Acho que nunca tinha lido algo tão simples e belo,e tão forte em emoção!
Obrigado por me pproporcionar este momento único. Vou voltar aqui , sem sombra de dÚvidas.
Se quiser visitar o meu humilde canto de letras , terei o maior gosto
Bom dia e um abraço :)

Parapeito disse...

Belo tesouro que emcontraste ...

Que haja sempre sede...de amar...e de ter esperança*****

Perla disse...

"um eco de esperança"
um eco de uma beleza divinal...

Bjs

lilipat2008 disse...

Lindo o poema e lindo o desenho que está no manuscrito...:)

bjitos

mariam disse...

Outono,

perfeitas, as palavras.belíssimo registo!
(incluso o esboço)

gostei muito.
obrigada p'la partilha.

um sorriso :)
mariam

Pedrasnuas disse...

Isso já é património!!!Ficará para a posteridade gulosa!!!Nessa sede de amar a gota de um beijo é um grande alento!

Beijo Amigo

Pedrasnuas disse...

A caligrafia revela um espírito requintado e o desenho ficou muito expressivo!!!

Fernanda disse...

é impressionante como as pessoas mesmo em momentos ruins são capazes de escrever coisas tão belas=)

mdsol disse...

Além do que já foi comentado, realço o facto de ter sido escrito na Guné, naqueles tempos... difíceis...
:))

ลndreia disse...

Como apenas uma gota faria diferença... *

Maripa disse...

Momentos distantes onde a "Sede de amar" alentava os dias...

Que bom teres contigo o manuscrito deste belo poema em momentos do agora!

Abraço carinhoso,Outono.

Xana disse...

Outono, tem no meu blog um " Meme" para si, não pude deixar de me lembrar o quanto marcou a minha primeira leitura no seu blog . Obrigado :)

Aran disse...

Que a tua sede de amar seja infinita, sempre!

Um beijinho grande

tb disse...

porque apenas o amor é mais forte que a guerra...
Gostei muito do poema e ainda mais valor adquiriu pela sua simbologia.
Um beijo (ou mais) :)

Eu sei que vou te amar disse...

Meu lindo Outono!
Promete-me apenas uma gota do teu beijo...nesta sede de amar as palavras aumentam mais a intensidade do teu talento e de uma alma sensivel que cativa cada olhar, cada sentimento!
Beijo as letras tal rascunho de uma pagina solta em mim

OUTONO disse...

JPD

Obrigado amigo pela sugestão. Tenho-o tido em conta, nos últimos tempos...
Mas já perdi a conta "esquecimentos" aqui e ali do que escrevo...

Abraço.

FERNANDA

Momentos difíceis, sem dúvida, mas foi assim que muitas vezes os superei...
Beijo

VIEIRA CALADO

É bem verdade...e até descobri um anel perdido...imagina no interior de um velha carteira, que guardei sempre...

Abraço

SOl DA MEIA NOITE

Palavras as tuas de verdades imensas...mas já passou.

Beijinho

LAMPEJOS

Naquele tempo, havia muita sede de amar. Partir para uma guerra sem certezas de voltar...é pior que o medo!

Beijinho.

PIEDADE

Foi um desafio. E editei-o a medo. Confesso.
Obrigado pelo apoio.
Beijinho

VERA

Não direi intemporal, eram outros tempos, estava no auge da minha juventude, e "algemado" pela vida militar...que me roubou tanto...
Por isso, uma simples gota fazia a diferença de uma amor...

Beijinho.

XANA

E as palavras, que por vezes saltam rápido, calaram-se em silêncio emocionado. Muito obrigado. Volta sempre.
Um beijo.

PARAPEITO

Tento...e tento passar a memsagem, é o melhor que vivemos...

Beijo

PERLA

Uma pérola a tua presença.
Beijinho grande.

LILIPAT2008

É um tosco esboço, quase em em forma de cobrir a faixa em branco do papel, onde escrevi inclinado para a direita...
Obrigado amiga.

Beijinho grande.

MARIAM

Mais um mimo tão intenso da frescura do teu comentário, com sabor e saber de amizade.

Beijo

PEDRAS NUAS

É património do meu simples "arquivo". Um património, que me dá alento, para pensar...que se já ultrapassei dias bem difíceis...hoje estarei mais à vontade.
Obrigado, também pela observação caligráfica...gostei.
Beijo grande.

FERNANDA

Era o bálsamo da altura...e ajudou!

Beijo

MDSOL

Guiné de má memória...um facto. Hoje conto com alguns amigos naturais da Guiné...e há uma promessa de lá voltar...

Beijinho.

ANDREIA

Uma simples gota de felicidade, era um tesouro, para quem nada tinha, a não ser arriscar a vida, todos os dias.

Beijinho

MARIPA

Como entendes...esses momentos frágeis...

Beijinho muito grande amiga.

ARAN

Sê-lo-á...até que ...
Menina...estou emocionado...

Beijinho

TB

Tantas "istórias" por contar.
Um beijinho pela crícia das tuas palavras.

NAELA

Na maresia das tuas palavras, há um eco de sensibilidade único.
Deixa-me sempre saboreá-lo...

Beijo muito grande.