My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

sexta-feira, janeiro 09, 2009

Este mar...



-Mar Nocturno-
Óleo sobre Tela
by VERA MENEZES

Neste mar viúvo de sereias de prata
De espumas iodadas do brilho restante
Há gritos de navegadores por ouvir
Forças de olhares ávidos de horizontes.

Neste mar folheador de segredos mudos
Cartilha de tons efémeros inglórios
Seda modular de coragens soltas
Há Impérios de quereres caprichos.

Neste mar respeito indefinido de margens
Aguardo de saudades e gélido de azares
Há apelos ébrios de ondas vacilantes
Resumos de crónicas alheias por ditar.

Neste mar, tão vigoroso como frágil
Corpo de mulher fácil insinuante
Beleza transparente de sal e dúvida
Há cantos rebeldes de mundos carentes !

in - MOMENTOS ( by OUTONO) - 2005

47 comentários:

Fragmentos Intemporais disse...

OUTONO:

Sinceramente, obrigada pela visita e por ter contribuido para a descoberta de um blog fantástico!

Adorei o seu cantinho... voltarei aqui para lhe tocar a alma!

Beijos intemporais...

Isabel Branco disse...

Outono

Este mar ... espectacular
que se espraia gigante
mais que mar a navegar
é um poema brilhante!!!!

Beijinho.

lilipat2008 disse...

Mais um poema maravilhoso, e a tela é fantástica...adoraria conseguir pintar assim...:)

bjitos e bom fim de semana

Aran disse...

Os meu parabéns à artista, pela tão bem conseguida tela a óleo, e que demonstra grandes potencialidades, uma arte que parece fácil de concretização, mas que na realidade exige muito trabalho e dedicação.. parabéns!
E claro, os meus parabéns também ao escritor!!! :) ...que num apelo convidativo da tela, transpos magnificamente num jogo de palavras o seu sentir e criatividade!

Jinhos...

JPD disse...

Oçá Outono

Belíssimo poema e fantástica ilustração.
Um abraço

mdsol disse...

:))

susana disse...

Olá! Fica bem neste 2009. Qualquer dia volto a blogar. Para já, trabalho e trabalho...

A.Tapadinhas disse...

No Mar Nocturno podemos encontrar tudo o que a nossa imaginação for capaz de criar. Passei durante longos anos, muitas noites à pesca, nas praias desde o Meco até Sagres, a respirar o ar salsuginoso, revigorando os pulmões e a mente com o sonho de peixes míticos e de sereias verdadeiras...
Abraço.
António

Maria Clarinda disse...

(...)Neste mar folheador de segredos mudos
Cartilha de tons efémeros inglórios
Seda modular de coragens soltas
Há Impérios de quereres caprichos...



Lindo este teu poema!


Beijo

Eu sei que vou te amar disse...

Meu lindo Outono...
Este teu mar que contemplo e beijo os versos profundos a sabor a sal, amei cada letra e mergulhei neste sentir!
Neste mar, tão vigoroso como frágil
Corpo de mulher fácil insinuante
Beleza transparente de sal e dúvida
Há cantos rebeldes de mundos carentes !
Um beijo muito doce

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO OUTONO, NESTE MAR QUE COMTEMPLAS, É O MEU LUGAR PREFERIDO... UM ABRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

Pedrasnuas disse...

Que mar é esse Outono?


"Aguardo de saudades e gélido de azares"

Identifico-me com ele...esta noite...

Lindo como sempre, muito acima da maré vaza!

Beijo

ninhas disse...

Olá Outono.
Antes de tudo obrigada pela visita ao meu blog e aquele comentário sempre agradavel.
O Mar...beleza incomparavel.
Nocturno ou diurno tem sempre os seus encantos.
Adoro-o de qualquer forma. Aquela imensidão e ao mesmo tempo transparece tanta fragilidade, aquele cheiro, aquela cor, aquele rebentar de ondas, aquele..., aquele..., bem não parava. Para mim é simplesmente FANTÁSTICO. Amo o mar.
Beijinhos
ninhas

Paula disse...

Um poema arrasador...

Excelente blog. Coloco-o entre os meus favoritos.

Abraço.

paradoXos disse...

um poema que se apregoa oceánico, livre - belo canto do gosto pelo mar - EXCEPCIONAL!

abraços!

Juani lopes disse...

me encantan los poemas dedicados al mar y hoy el tuyo es excepcional
saluditos

Som do Silêncio disse...

Gosto do mar...
Do teu, do meu...
Simplesmente gosto...desde que seja mar!

Beijo terno
Som

Maripa disse...

Já sabes como gosto do mar...

"Neste mar, tão vigoroso como frágil
Beleza tranparente de sal e dúvida
Há cantos rebeldes de mundos carentes!"

A criatividade à flor do sal...

Beijinho,Outono querido.

SAM disse...

Meu querdo amigo,

linda imagem e belíssimo poema..."Há cantos rebeldes de mundos carentes !"

Há sim, amigo....

Terno beijo!

Maria Valadas disse...

Belíssimo poema com que nos prenteias!

Após uma pequena ausência e com imensa saudade, aqui estou para extasiar-me com os teus poemas.

Beijos de amizade

pin gente disse...

tanto mar o teu...


beijo, outono

luísa
ps-o prometido é devido

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

O seu poema é muito bom, tem tanto ritmo, que prescinde de rimas. E o quadro dá o toque final. O todo muito bonito.
Amigo:
Fiz um post digno do Galeria. Você pode ir aos outros Blogs depois, mas primeiro vá ao Galeria. Não vai arrepender-se.
Um beijo,
Renata

mariam disse...

Outono,

lindo este poema! cheio de sentrires... mar "viúvo" "de segredos mudos" "de sal e dúvida"
boa escolha a desta pintura, muito bonita também!

um abraço e o meu sorriso (engripado.. rsrs) :)
mariam

OUTONO disse...

Fratgmentos

Muito obrigado. E é tão bom tocar a alma de quem escreve...é o prémio máximo.

Beijo.

OUTONO disse...

ISABEL BRANCO

Bonita surpresa. Contagiante mesmo.

Beijinho.

OUTONO disse...

LILIPAT 2008

...também eu...gostaria de me fazer exprimir desta forma....neste mar.

Beijinho.

OUTONO disse...

ARAN

Parabéns....como sempre pela tua presença.

De acto a pintura a óleo é difícil...tu que o digas.

Beijo grande.

OUTONO disse...

JPD

Satisfação plena com o teu comentário.

Forte abraço.

OUTONO disse...

MDSOL

...eu também!!

Beijo

OUTONO disse...

Susana

Fico a aguardar-te...

Beijo e bom trabalho!

OUTONO disse...

A. TAPADINHAS

Sorrio....e ainda bem, com o teu reflectir...

Que as sereias nunca acabem, nos nossos sonhos...em qualquer mar.

Abraço

OUTONO disse...

MARIA CLARINDA

...do fundo...mesmo, um beijinho grande.

OUTONO disse...

NAELA

Este mar é teu...como sempre a partilha além de imensa é amiga!

Beijinho doce.

OUTONO disse...

FERNANDA

O mar, esse "senhor" dos nossos desabafos, quereres e contemplações...como eu o amo!

Beijinho.

OUTONO disse...

VERÓNICA

Por vezes batem-nos à porta mares ...só nossos e do nosso querer...

Beijinho.

OUTONO disse...

NINHAS

...podias continuar, como o horizonte longínquo deste mar...

Beijinho

OUTONO disse...

PAULA


...é uma honra.

Senti-lo, é como o beijar de uma onda doce.

Beijinho grande.

OUTONO disse...

EDUARDO

O oceano de cada um, na escrita dos mares que nos banham a criatividade...

Abraço.

OUTONO disse...

JUANI

E conheço muitos dos mares do teu lado da escrita...dessa Espanha quente e culta.

Beijo.

OUTONO disse...

Som do Silêncio

Qualquer mar, tem uma cor...e um coração apaixonado...

Beijo

OUTONO disse...

MARIPA

...à flor do sal, e do longe do sonho mais impossível...

Beijinho.

OUTONO disse...

SAM

O teu aceno de concordância...preocupa-me...

Que seja uma maré plena...

Beijo.

OUTONO disse...

Maria Valadas

Fico como o mar...ansioso e alegre pelo teu recresso...

Beijo.

OUTONO disse...

PIN GENTE

Um abraço do tamanho do mar, onde há "contos" de enacantar e saudades por matar...

OUTONO disse...

Renata

A tua visita é um banho de suavidade sonhadora...

Beijinho.

OUTONO disse...

MARIAM

...trata-te amiga. O sal faz bem...

Beijinho grande

ninhas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.