My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

quinta-feira, agosto 14, 2008

Acasos...



foto by becky

Num recanto deste país , noite caída, entrei num pequeno bar, para um merecido refresco, contra um calor gritante...
Sentado, na pesquisa da avaliação do local, olho de repente, para um quadro de pensamentos, onde centenas de mensagens, "escreveriam" um livro a reter...
Peço uma bebida...levanto-me e, vou ler algumas curiosidades no quadro apelativo.
Mesmo ao canto inferior direito, deparo-me com uma letra redonda, ainda fresca (pela data), que chamaria o mais distraído leitor:

Da última vez que senti o teu canto
Sorri pelo carinho das palavras fonte...
Agarrei-me ao desejo do teu desejo...
E desejo-te um mundo de sortes !

A bebida entretanto chegara. Perguntei ao empregado se conhecera quem tinha escrito aquelas palavras. Sorriu, e disse-me apenas ser o resultado de um choro convulsivo de uma presença feminina, perante o abandonar do acompanhante. Perguntei-lhe se podia "responder" em escrita. Disse-me que sim, mas não garantia que fosse lido.


Hesitante...escrevi:

Olhei a despedidas das tuas palavras tristes
Neste solfejo fechado de mágoas denunciadoras
Neste canto de escritos ao vento que passa...
E desejo-te um mundo de sortes !

Há dois dias, voltei ao mesmo local, pela mesma razão..." matar" a secura da boca dialogante...num acaso de caminhos. No quadro da parede, havia uma novidade. O empregado reconheceu-me e, disse-me haver uma mensagem para mim. Olhei, sorri e partilho hoje, este acaso da resposta:

Obrigada...fiquei e, estou muito melhor!!
Seja quem for...um beijinho de amizade!

Acasos...OUTONO...2008


20 comentários:

mariam disse...

um delicioso "acaso"
obrigada por partilhar!

fique bem.

o meu "dolce fare niente" começa hoje ~~~~

um grande sorriso :)

Nanda Assis. disse...

que bonitinho...
bjosss...

Juani lopes disse...

muy bonito, parece el preludio de una buena amistad
saluditos

MS disse...

São acasos destes,que nos mostram que não estamos sós a lutar contra a voragem da vida .

Alguém algures, será nosso companheiro de viagem. Mesmo que seja á distancia de uma mensagem de parede escrita de raspão.

Olhos de mel disse...

Oie lindo! Que bom que encontrou resposta e melhor ainda que tenha levado um sorriso e elento a escritora dos tristes versos.
Bom domingo! Beijos

Maripa disse...

Mensagens que "mexem" com as pessoas...e a resposta foi um consolo tão bonito!

beijo carinhoso,querido Outono.

Bill Stein Husenbar disse...

Lindíssimo.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

JPD disse...

Olá Outono

Depois dessa troca de mensagens -- Muito diferente de enviar garrafas com mensagens ao mar -- foi pena não se ter proporcionado um encontro.

O nascimento de uma amizade estaria assegurado.

Um abraço

OUTONO disse...

Mariam

Ainda ...há pouco voltei do meu "dolce fare niente", e voltaria a toda a velocidade.

Aproveita.

Quando voltares...estarei à espera.

Bjs.

OUTONO disse...

Nanda Assis

Obrigado. Foi um acaso da sorte.

Por vezes...a sorte dita momentos...

Bjs.

OUTONO disse...

Juani Lopes

Quem me dera que tal acontecesse...

Quem sabe????

Saluditos

OUTONO disse...

Ms

Concordo inteiramente.

A vida e os seus "recantos"...

OUTONO disse...

Olhos de Mel

Curiosamente...tenho para mim...que a minha mensagem...resultou.

Fiquei feliz.

Bjs.

OUTONO disse...

Maripa

....se mexeu!!!!!!!!!!

Beijinho

OUTONO disse...

Bill

Obrigado pelo comentário. Volte sempre.

Um abraço.

OUTONO disse...

JPD

...nunca se sabe...

Continuo a ir ao mesmo bar...de quando em vez...

Um abraço.

NAELA disse...

Um acaso muito bonito...onde a grandiosidade de sentimentos não necessita de tempo, lugares e nomes!
Apenas uma "mensagem, que descreve o quanto podemos fazer uma pequena diferença, acreditando!
Um beijo ao acaso

Pecadormeconfesso disse...

Há acasos engraçados. Estas férias aconteceu-me um. Tudo fala de saudade e parece acaso. Será?

OUTONO disse...

Naela.

Há tantos casos...que são acasos.

E por vezes, há acasos...que se transformam em ocasos...

Beijo, neste caso...doce.

OUTONO disse...

Pecador

Saudade, nada tem a ver com acasos.

O dicionário, define-o como facto ao acaso.

Se for um caso...se for perdido...pode ocorrer saudade...

No meu caso foi um acaso.

No teu....????