My music...

https://youtu.be/IhAFEo8DO2o

terça-feira, setembro 30, 2008

Horizonte estrelar...



picture by Xana

Naveguei no estímulo da tua apetência vontade
Encontrei uma maresia âncora de agrado doce
Fascinei-me pelo suave fado do teu sedar
Até ao horizonte estrelar da nossa cassiopeia...

Sinto-me beligerante no conforto da tese lunar
Assumo o linho do parágrafo interrogatório
E segredo notas suaves do canto da sereia
Até ao Sol mergulho da nossa luz...

in - "momentos" (OUTONO)- 2005


E aconteceu...o ecoar findo, do filamento da clepsidra lapidada no refranger cintilante do desejo universo.

(pós-comentário - 2008)

35 comentários:

Maria Anjos Varanda disse...

Adorei a foto deste post. quanto ao poema....como sempre 5 estrelas.
Parabéns.

Beijos

Kika disse...

A foto e este poema...
O que eu precisava hoje. Lindo.
Obrigada pelo momento.

mariam disse...

em 2005 um enamoramento?!
e, nesse relógio d'água mostra que acabou em 2008?!

Santo Deus...suas palavras são belas ... e difíceis.....não consigo comentar! :(

no fim-de-semana voltarei com mais calma e tempo, tenho tido uns dias CHEIOS de trabalho e à noite, estou demasiado cansada para vir aqui... sorry!

bom resto de semana
um sorriso :)
mariam

Verónica disse...

Um encontro maravilhoso na constelação vizinha do Pólo NorteW. Enquanto a água escoa do vaso... à medida do tempo.
Desculpa o desvirtuamento do teu mais profundo sentir!
Beijinho

Som do Silêncio disse...

:)
Sempre muito bom ler-te...

Bjs,
Som

BIA disse...

"Naveguei no estímulo da tua apetência vontade
Encontrei uma maresia âncora de agrado doce..."

Ah, mas o universo conspira alheio à humana vontade! Ou não...

Abraço muito terno, pleno de maresia


BIA

Peregrina disse...

Maravilhoso, como sempre Outono!

Um beijinho*

Olhos de mel disse...

Oie lindinho! Foto e poemas numa sintonia perfeita! Versos tão belos, quanto o luar, brilhantes quanto a luz solar...
Bom fim de semana! Beijos

OUTONO disse...

Maria Anjos Varanda

Sinto-me bem depois de ler-te.

O teu "como sempre", é revigorante.

Beijinho.

OUTONO disse...

Kika

Ainda bem...ainda bem!

Estou exausto...e estas palavras refrescam um pouco os olhos pequenos.

Muito obrigado

OUTONO disse...

Mariam

Em 2005...continuação de um enamoramento, que se prolonga para lá de 2008...I hope !!!!!

Fico triste....palavras difíceis???

Beijinho. Descansa. Também preciso.

OUTONO disse...

Verónica.

Não desvirtuas...nada.

O meu espaço, não tem portas...Serás sempre bem vinda. Acredita.

Beijinho.

OUTONO disse...

Som do silêncio

Muito obrigado, pela tua força !!

Beijinho.

OUTONO disse...

Bia

Bonito ensaio interrogativo.

Como te compreendo...amiga!

Beijinho

OUTONO disse...

Peregrina

Do fundo...um obrigado sentido.

Um Xi coração.

OUTONO disse...

Olhos de Mel

Como sempre a tua luz, é de uma intensidade amiga.

Obrigado.

JPD disse...

Um volta ao mundo do amor... com os tempos bem medidos e a ânsia da porcela, apesar do ancoradouro e da enseada do desejo partilhado.

Bom!

Eärwen Tulcakelumë disse...

Querido Outono

Olhar a linda imagem que escolhestes, ler as palavras com que nos brinda, realmente é difícil dizer o doce calor que envolve...mesmo passado teu poema continua tão presente.
Tua presença alegra meu mundo, onde estás sempre presente no “selo” que recebi de ti.

Pérolas incandescentes de brumas marítimas entrego em tuas mãos.

Eärwen

Vera disse...

Gostei imenso do poema. Começa de forma forte e prende até ao fim... E o fim... um mergulhar na luz, no Sol... Poesia!

Beijo

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Que poema e que imagem linda! Empresta-me a imagem, amigo?
Querido:
Por motivos de foro íntimo, não sei quando poderei publicar, por isso postei hoje, mas todo dia ligarei o computador para ver se vocês têm vindo prestigiar-me.
Um beijo,
Renata

Maripa disse...

A magia de um horizote estelar a encantar quem se detem para te ler.

Beijo com carinho,Outono amigo.

NAELA disse...

Meu lindo Outono, lindo o teu poema!
Palavras que mergulham na tranquilidade do nosso ser;)
Beijo muito carinhoso

Regina disse...

Olá meu amigo.

Lindas fotos e seu poema como sempre divino, digno de um artista das letras.
Meu amigo Outono, sabes transmitir , em pequenas palavras, o conteúdo do silêncio, na qual se encontra , a sua alma.

beijos e uma semana recheada de muita paz e fé.

Regina Coeli.

mariam disse...

(estou num intervalito laboral...)não fique triste! eu é que estava uma "nabiça" cansada! só isso!
resultado: um coment bem "pateta"!

sabe que gosto (muito) de vir aqui.

quanto à botânica, nada de extraordinário... apenas gosto da natureza e não me limito a observar, gosto por vezes, de saber um pouquinho mais sobre as plantas os animais... neste caso do post, sabia os nomes comuns, quanto aos científicos apenas pedi ajuda ao Sr google! rsrsrs

bom fim-de-semana
um grande sorriso :)

mariam

© Piedade Araújo Sol disse...

tanto a foto como o poema estão muito bons.

fica um beijo

OUTONO disse...

JPD

...o amor da e à escrita...
...a saciedade de um azul inacabável...
...o feérico do momento...

...e a sede escreve-se

Obrigado.

Um abraço.

OUTONO disse...

eärwen

As tuas palavras...são um doce alento para continuar. Obrigado.

beijinho.

OUTONO disse...

Vera

Ainda bem que prende...e não se desprende.

Fico feliz!

Beijinho.

OUTONO disse...

REnata.

...como sempre, não empresto, dou!

Beijinho.

OUTONO disse...

Maripa

Faço-o, sempre que posso...olhar o céu estrelado.

É ...imenso.

lilipat2008 disse...

A foto está sublime, tal como o poema...gostaria de saber escrever assim...:)

bjitos

OUTONO disse...

Naela

Tento...e por vezes é bem difícil.

Beijinho grande.

OUTONO disse...

Regina

Ainda bem, que o meu desafio é bem aceite...

Volta sempre.

Beijinho

OUTONO disse...

Mariam

Fiquei mais tranquilo.

Cumprimentos ao Sr. google...:)))

Beijinho grande.

OUTONO disse...

Piedade Araújo

Mil obrigados!

Beijinho.